sábado, 25 de maio de 2013

Uma gestação dura 4 trimestres. Isso mesmo!

Uma gestação dura 4 trimestres. Isso mesmo, 1 ano inteirinho!
 
São 9 meses com o bebé dentro da barriga e 3 com ele no colo.
 

Primeiro trimestre: Período de descobertas e de muita instabilidade. O corpo ainda não se modificou muito, mas dúvidas não faltam à gestante: se é a hora certa para ter um bebê, se será boa mãe, ...se o bebê será perfeito, se o marido continuará gostanto dela mesmo barriguda, etc. Como resultado de tanta ansiedade, uma queda da libido e um estado de irritação constante. Daí podem surgir também os enjôos, desmaios e crises de choro, que funcionam como símbolos inconscientes, mas muito concretos dessa gestação.

Segundo trimestre: Aí vem um período de paz. Agora seu corpo já assumiu os contornos da gravidez, seu bebê já aparece na tela do ultra-som e o futuro pai já se sente mais encorajado a se aproximar da barriga. Provavelmente, você terá muitos momentos de alegria com esse bebê mexendo, e sua disposição estará em alta.

Terceiro trimestre: De novo as preocupações com o bebê voltam à tona, acompanhada da ansiedade e temores em relação ao parto.

Quarto Trimestre: Agora seu filho já está no colo e esse é o melhor lugar para ele nesses primeiros 3 meses, mesmo porque ele não sabe que nasceu (portanto não vai ficar mal-acostumado). Mas ele sente saudades da barriga e só o contato com você pode ajudá-lo a sentir-se confortável. Aproveite mais um pouquinho essa gestação que continua, só que externamente.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Comprar português é bom!!!


Na nossa loja orgulhamo-nos de ter muitas marcas portuguesas e muitos produtos feitos em Portugal.

 

Não só porque são de superior qualidade mas porque os produtos feitos com mão de obra nacional contribuem para o nossa economia e para o emprego no nosso país.

 

Compre produtos Portugueses – seja consciente e compre o melhor para o seu Bebé!
 
 
 
 




 

domingo, 19 de maio de 2013

ATENÇÃO ao perigo dos artigos para Bebé em 2ª Mão!





  

Tenha muito cuidado com os artigos em 2ª mão
 

A actual conjectura económica está a fazer crescer a venda dos artigos em 2ª mão, o que está a ser um enorme negócio para muitas empresas on-line que disponibilizam os meios mas que não prestam qualquer tipo de assistência ou garantia. E se bem que a compra de muitos artigos em 2ª mão não oferece qualquer perigo, há muitos artigos que não devem, NUNCA, ser comprados em 2ª mão. É o caso das Cadeiras Auto.

 



O seu bebé esteve muito bem protegido durante 9 meses. Quando ele nascer, vai vigiá-lo com um grande amor.

Saiba, por isso, que o bebé pode correr riscos ao ser deitado numa cama antiga, ao ser colocado num carrinho já usado ou ao ser instalado numa cadeira-auto que já serviu antes.

Com os artigos em segunda mão, os pais desconhecem a data da sua compra, bem como as condições exactas em que foram utilizados e limpos. Certas peças, indispensáveis à segurança do seu bebé, podem estar estragadas sem se darem conta disso e a limpeza aparente não é sinónimo de higiene. No caso das cadeiras auto, os pais não sabem se por uso indevido, por já ter sofrido acidentes ou por deficiente armazenamento a segurança das cadeiras está comprometida não protegendo eficazmente o seu bebé em caso de acidente. Além disso, muitas vezes ao comprar cadeiras em 2ª mão, está a comprar artigos desactualizados ou mesmo legalmente já proibidos (já vimos cadeiras em 2ª mão sem o selo de garantia). Não podemos esquecer que para uma maior segurança, as normas estão em constante evolução, pelo que um artigo antigo pode não oferecer o mesmo nível de segurança que um artigo de concepção recente. Muitas vezes, as cadeiras nem estão completas, faltando partes de cintos ou peças fundamentais para a correcta fixação da cadeira no automóvel.

Existem artigos para todos os gostos mas estes devem estar sempre acompanhados dos conselhos de verdadeiros profissionais. Além disso, a maioria das marcas não presta assistência a artigos em 2ª mão por já não estarem em periodo de garantia.

Não se deixe igualmente iludir por artigos aparentemente iguais mas mais baratos!

As marcas investem muito dinheiro em testes de segurança, pelo que todos os artigos obedecem às normas recomendadas pela Comunidade Europeia e aos padrões que o peso do bebé exige. Por exemplo, uma cadeira da papa ou um muda fraldas mais barato não está provavelmente preparado para suportar um bebé com o peso que essas peças exigem e que normalmente são os 12/18 quilos. Sendo mais frágeis, porá o seu bebé em risco conforme ele vai crescendo, pois o artigo pode não estar preparado para suportar o peso associado à agilidade que um bebé de 18 ou 24 meses já tem.

Tenha, por isso, o maior cuidado, ao escolher o que vai comprar para o seu bebé. Prefira sempre produtos que sabe estarem em conformidade com as regras de segurança e conforto do bebé.

Para a compra de carrinhos e de cadeiras auto, procure soluções alternativas. A maioria das Lojas têm campanhas pontuais com bons descontos ou carrinhos de colecções de anos anteriores com promoções fantásticas. As boas marcas têm sempre kits mais baratos, em que a redução de preço é conseguida nos acessórios não fundamentais. Muitas vezes, na mesma marca encontra vários modelos de carrinhos com preços bem diversos, mas a nível de segurança automóvel os artigos são geralmente os mesmos. Procure a ajuda de uma Loja de comércio tradicional, onde a assistência e o atendimento são mais profissionais e normalmente de elevada qualidade. Diga exactamente o que procura e quanto pode/quer gastar para que o ajudem a encontrar a melhor solução! Com alguma pequisa e calma conseguirá certamente encontrar um carrinho ou uma cadeira auto de acordo com as suas possibilidades mas sem comprometer a segurança do seu bebé.
 



Nota final: Sabia que uma cadeira auto que tenha sofrido um acidente automóvel deve ser deitada no lixo, porque a estrutura molecular sofreu alterações violentas que comprometem definitivamente a segurança dessa cadeira? O que lhe garante, quando compra este artigo em 2ª mão, que ela é totalmente segura? Vale a pena arriscar?

É possível poupar mas não à custa da segurança do seu bebé. Para segurança de todos, diga NÃO a cadeiras em 2ª mão!

sábado, 18 de maio de 2013

Ainda não nasceu e já o ama tanto. Como é possível?


Não se surpreenda de já amar o bebé antes mesmo de ele nascer. Futuros pais e mães geralmente são invadidos por uma grande mistura de emoções e ansiedades, sentimentos que realmente dão o tom da futura relação com o filho Também conhecida como o hormônio do amor, a oxitocina é responsável pelo comportamento maternal em animais (muitas vezes representado pela simples limpeza dos pêlos de um filhote).


Nas mulheres grávidas, a principal função do hormônio é amenizar a sensação de stress, ao mesmo tempo em que cria aquela vontade enorme de ver o recém-nascido. Resumindo: quando a oxitocina circula pelo corpo de uma gestante é como se o amor estivesse correndo por suas veias. Quanto ao bebé, ele também já começa a formar elos com a mãe ainda dentro do útero. Pesquisas indicam que o coração dele bate ligeiramente mais rápido ao som da voz da mãe, voz que vai animá-lo e confortá-lo por anos a fio.

 

E temos um novo desafio!

Porque nos pedem muitos conselhos e muitas ideias... e porque temos como uma das nossas grandes missões aqui n'A JANELINHA, ajudar cada pai e cada mãe a encontrarem as melhores soluções para o bebé que está a chegar... decidi criar este Blog. Porque assim posso ir escrevendo as ideias, as dicas, as novidades... e assim ajudar muitos outros pais. Porque sim, eu também já estive desse lado da linha, nesse dia mágico em que verdadeiramente sentimos que hoje começa o resto da nossa vida. E em que começamos a olhar para as muitas lojas que existem e nem sabemos por onde começar a escolher.

A JANELINHA nasceu porque também eu senti a falta de apoio e de informação. E é isso que agora, 6 anos passados, sentimos que estamos a conseguir ajudar os pais a encontrar a melhor solução para o bebé que está a nascer. Porque o que é ideal para uns, não serve de todo para outros. E porque uns pais gostam de rosa ou azul bebé e outros preferem claramente o encarnado, o verde ou o laranja. E porque uns vivem em casas com escadas, em prédios sem elevador, em vivendas isoladas ou em condominios modernos, as soluções têm que ser adaptadas a cada situação. E porque as pessoas são diferentes e o que uma mamã gosta é totalmente diferente do que outra mamã prefere. E o nosso objectivo tem sido cumprido! Sentimos todos os dias pelo carinho dos pais que voltam com os seus bebés, pelos amigos, primos ou irmãos que chegam recomendados, pelas avós que chegam aconselhadas pelas amigas, pelos pais que voltam para o nascimento do 2º e até do 3º bebé.

O nascimento de um bebé é um dos melhores momentos na vida de um ser humano. Por isso, ADORO o meu trabalho porque lido com pessoas felizes!







Follow by Email