segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Os Bebés e o Sol

Se os pais procuram dar ao filhos tudo para que eles sejam adultos saudáveis, educados, independentes e sensatos, é importante não esquecer que o comportamento face à exposição solar durante a infância pode ser um dos factores mais determinantes para o futuro do bebé.





Se os protegemos de tudo que eventualmente os possa magoar, ferir ou fragilizar, também temos obrigação de os proteger de um perigo que não se vê, mas que se vai acumulando e escondendo no organismo das crianças.

Ao contrário do que muitos pais - ainda - pensam, não é por estarem cobertas com protector solar que as crianças (e os adultos) estão protegidas dos efeitos nocivos do sol. Os protectores protegem das queimaduras solares mas permitem a acumulação de efeitos nocivos na pele das nossas crianças que só se irão revelar daqui a 20, 30 ou 40 anos. Na verdade, quando deixamos os nossos filhos andarem na praia nas horas de máximo calor estamos a comprometer seriamente o seu futuro pois podemos estar a potencializar a possibilidade de eles poderem vir a ter cancro de pele.



É isso que queremos para estes bebés que tanto amamos? Claro que NÃO!

Por isso, aproveite o sol, dê às crianças umas férias maravilhosas com praia, mar e sol, mas apenas nas horas em que o sol não é perigoso. Por isso evite a exposição solar, entre as 11 e as 17 horas!

Há tantas outras coisas para fazer com os nossos filhos durante as férias!
Protega o futuro das nossas crianças!
Elas agradecem...

Mais informações em 

Sem comentários:

Follow by Email