sábado, 18 de maio de 2013

Ainda não nasceu e já o ama tanto. Como é possível?


Não se surpreenda de já amar o bebé antes mesmo de ele nascer. Futuros pais e mães geralmente são invadidos por uma grande mistura de emoções e ansiedades, sentimentos que realmente dão o tom da futura relação com o filho Também conhecida como o hormônio do amor, a oxitocina é responsável pelo comportamento maternal em animais (muitas vezes representado pela simples limpeza dos pêlos de um filhote).


Nas mulheres grávidas, a principal função do hormônio é amenizar a sensação de stress, ao mesmo tempo em que cria aquela vontade enorme de ver o recém-nascido. Resumindo: quando a oxitocina circula pelo corpo de uma gestante é como se o amor estivesse correndo por suas veias. Quanto ao bebé, ele também já começa a formar elos com a mãe ainda dentro do útero. Pesquisas indicam que o coração dele bate ligeiramente mais rápido ao som da voz da mãe, voz que vai animá-lo e confortá-lo por anos a fio.

 

Sem comentários:

Follow by Email